AVISO AOS LEITORES
EM FUNÇÃO DO BLOG ESTAR DESATIVADO, 
A APROVAÇÃO DE COMENTÁRIOS PODE DEMORAR ALGUNS DIAS.
CLIQUE AQUI PARA LER O COMUNICADO DE SUSPENSÃO DAS ATIVIDADES DO BLOG.


VISITE NOSSO NOVO PROJETO:
BLOG RADAR DO LADO B
radarladob.blogspot.com

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

A Cidadania se Inicia nas Pequenas Coisas



Recentemente, a imagem acima me chamou a atenção. Certamente foi tirada em algum edifício comercial onde há um ativo centro para a prática da milenar arte da Yoga.

A Yoga possui vários contextos, mas sempre está associada à elevação espiritual do ser. Torna-se emblemática a visão dos iogues ocidentais em posição de lótus, expressão serena no rosto, roupas leves e um ambiente agradável; todo um cenário preparado para demonstrar para as pessoas o quanto os praticantes desta arte estão em grande nível de elevação espiritual. 

Eu fiz questão de frisar "iogues ocidentais" porque os verdadeiros iogues, aqueles de "raiz", não precisam de toda esta pompa para realizar suas práticas. É evidente que não podemos generalizar. A Yoga é uma filosofia séria, e certamente traz bons resultados àqueles que a vivem por inteiro, de corpo e alma.

E é claro que existem aqueles que a praticam somente para demonstrar aos outros e ao seu próprio ego que estão em uma situação "boa" aos olhos de quem os vêem. Se esforçam em uma determinada prática somente para enfeitar a realidade que na verdade não vem a ser tão boa assim. Aqui estamos dando como exemplo a Yoga, mas esta situação certamente se encaixa em muitos outros contextos.

E então vemos a senhora iogue descendo de seu carro importado, correndo para chegar ao centro de Yoga, e se esquece até de dar um bom-dia ao porteiro do edifício. Acaba por ser um grande deslize de uma praticante de uma doutrina que visa justamente o equilíbrio do ser.

Mas a situação pode ser ainda pior. Pode ser um problema puro e simples de falta de cidadania. Sim, pois praticar a cidadania não é somente fazer protestos em plena avenida ou subir os morros para ensinar música às crianças carentes. A prática da cidadania consiste em ser cidadão, em fazer com que os elos da sociedade se mantenham firmes e funcionando, pois a sociedade só existe com a colaboração de todos, e nesta grande obra da qual todos somos tijolos, todos tem sua devida importância e todos merecem ser tratados com presteza.

Como, por exemplo, o porteiro. Ele é um ser humano como você, e está ali para trabalhar por você e para você. Faça o dia dele mais feliz com um simples gesto de amabilidade. Certamente este pequeno ato irá refletir em toda a sociedade tal qual um "Efeito Borboleta".

São pequenos atos que fazem a diferença, afinal, a sociedade é composta desses pequenos tijolos que concretamos dia-após-dia. Isso é ser cidadão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...